Inflamação e alergia: são a mesma coisa?


Você já teve alergia a um medicamento e o médico indicou um anti-inflamatório, ao invés de um antialérgico? Se isso não aconteceu com você, eu posso garantir que o anti-inflamatório pode ajudar, pois já aconteceu comigo. É por isso que neste artigo vamos entender o que é uma inflamação e em que a alergia está relacionada com esse assunto.

O nosso sistema imune é formado por células que têm função de defender as outras células e os demais tecidos do corpo. Basicamente o seu papel é diferenciar o que é do próprio corpo para defender, do que é nocivo ao corpo para destruir e eliminar. Para isso existem vários recursos: as células, como os anticorpos, os mastócitos, os macrófagos; as barreiras, como a pele e as membranas teciduais; e as substâncias sinalizadoras, como a histamina e as prostaglandinas.

Nesta belíssima imagem, que tem os créditos de Greg Luerman e está disponível no site commons.wikimedia.org, podemos ver  como as células de defesa saem de dentro dos nossos vasos sanguíneos para atacar os agentes nocivos.

Os problemas de inflamação e de imunidade estão intimamente relacionados, pois a inflamação é um mecanismo de resposta do nosso sistema imune à lesão e à infecção, para tentar reparar a área lesada e eliminar o agente que causou a agressão.


Como acontece a inflamação

Quando ocorre uma lesão, as células daquele local são rompidas e um dos componentes das membranas das células, o ácido araquidônico, é liberado e transformado por enzimas que estão presentes no local, as cicloxigenases(conhecidas como COX), em sinalizadores chamados de prostaglandinas.

Existem várias classes de cicloxigenases e de prostaglandinas, cada um com sua própria função, mas neste artigo não precisamos entrar em detalhes. Eu também falo sobre esse assunto no meu artigo sobre a dor e os analgésicos, pois as prostaglandinas também estão relacionadas com as sensações de dor.

As prostaglandinas, além de provocarem vasodilatação no local, para melhorar o fluxo sanguíneo, sinalizam para as células nervosas que ocorreu uma lesão celular e estas enviam sinais ao cérebro para que envie células do sistema imune ao local para realizar os devidos reparos.

A lesão também provoca o rompimento de outro tipo de células: os mastócitos que estão repletos de grânulos de histamina, um outro sinalizador que age no local provocando vasodilatação para aumentar o fluxo sanguíneo e facilitar o acesso das células de defesa ao local.

A histamina também é a responsável pela dor e pelo prurido(coceira) no local da infecção, pois ela também ativa as terminações nervosas naquele local, que levam a informação de dor ao cérebro, para que ele envie mais células inflamatórias para o local.


Existe diferença entre alergia e inflamação?

Toda alergia é um processo inflamatório, mas nem todo processo inflamatório é alergia... ficou complicado? Vamos entender:


Como ocorre o processo de alergia

Alergia, na verdade, é um processo inflamatório causado por um agente que o corpo identifica como possível agressor, criando também uma “estratégia” para destruí-lo mais rapidamente se ele entrar em contato com o organismo novamente. Esse agente é chamado de alérgeno. Podem ser alérgenos: alimentos, medicamentos, vírus.

Quando esse alérgeno entra em contato com o nosso corpo, através da pele ou até mesmo pela corrente sanguínea, como acontece com os medicamentos, as células de defesachamadas linfócitos B produzem anticorpos específicos para esse alérgeno. Em seguida, esses anticorpos se ligam às células de defesa que contém os grânulos de histamina (os mastócitos), formando assim um complexo pronto para liberar histamina assim que esse alérgeno entrar em contato com o organismo novamente.

Em um novo contato do alérgenocom o corpo, esse alérgeno vai ser atraído ao complexo de anticorpo com mastócito, que vai soltar os grânulos de histamina, e então começa o processo inflamatório. Para isso, a histamina liga-se aos seus receptores que estão localizados nas células vasculares daquele local, provocando vasodilatação e aumento do fluxo sanguíneo local, para facilitar o acesso de outras células de defesa que irão destruir o agente.

Podemos perceber, então, que a alergia acontece quando os anticorpos são utilizados para reconhecer o agente nocivo e iniciar um processo inflamatório mais rapidamente quando acontecerem novos contatos.

Em um caso de alergia a um medicamento, por exemplo, somente interromper o uso do medicamento já pode diminuir os sintomas da alergia, mas iniciar o uso de um anti-inflamatório ou de um anti-histamínico (que conhecemos como antialérgico) acelera a melhora nos sintomas.

O anti-histamínico ajuda pois vai bloquear os receptores de histamina, diminuindo a vasodilatação e o prurido, e o anti-inflamatório ajuda pois vai impedir a formação de prostaglandinas, os sinalizadores que além da vasodilatação também enviam os sinais de inflamação às células de defesa e sinais de dor ao cérebro.

Mas podemos perceber que esses medicamentos só agem para diminuir as reações inflamatórias do corpo e para aliviar os sintomas de desconforto. Se o processo inflamatório iniciou devido a uma infecção bacteriana, esses medicamentos não serão capazes de destruir a bactéria, ao contrário: eles irão diminuir a resposta do seu corpo que seria necessária para destruir esse agente nocivo. Neste caso, para resolver o problema será necessário o uso de um antibiótico, que tem um mecanismo de ação próprio para destruir a bactéria.

É por esse motivo que ao sentir febre, dor, vermelhidão em algum local do seu corpo, ou qualquer sinal de inflamação, o mais indicado é procurar um médico ao invés de tomar um anti-inflamatório que tem guardado em casa, pois se for necessário usar um antibiótico, o anti-inflamatório ou até mesmo o anti-histamínico só vão diminuir os sintomas enquanto as bactérias se reproduzem e aumentam cada vez mais a infecção.

Vou aprofundar mais esse assunto em outros artigos, mas se você ficou com alguma dúvida, pode deixar um comentário, ou então me enviar um email, se preferir..



Por hoje é só.
Um grande abraço,
Beatriz

Algum de seus amigos pode estar precisando desta informação... Então, lembre-se de compartilhar este artigo com eles!