Fazendo o seu corpo ajudar no processo de emagrecimento



aumentar o metabolismo
Um problema que muitas pessoas enfrentam na hora de emagrecer é o Metabolismo lento, ou seja, a dificuldade que o corpo tem em transformar os alimentos ingeridos em energia e descartar o que não tem utilidade. O que nós sentimos nesse caso é que comemos muito pouco, e mesmo assim não conseguimos perder peso. Mas a realidade é que só comer pouco não é suficiente para emagrecer. Precisamos tomar várias atitudes juntas para conseguir ajudar o nosso corpo a eliminar os quilos em excesso.

O metabolismo é um conjunto de reações em nosso corpo para garantir as funções básicas como a respiração, a circulação, a alimentação das células, entre outras. Cada corpo precisa de uma quantidade diferente de energia para funcionar bem, e essa quantidade de energia é medida em calorias.

"Metabolismo lento" significa que o organismo gasta menos calorias do que o organismo de outra pessoa com um metabolismo normal ou acelerado.

Para acelerar seu metabolismo de maneira mais fácil, é necessário comer a cada 3 horas, mas alimentos que tenham poucas calorias e sejam ricos em fibras. Também, praticar exercícios pode ajudar bastante, além de beber muita água (de 6 a 10 copos por dia), já que o corpo precisa de energia para elevar a temperatura do líquido de 5 ºC para 37ºC, a temperatura do nosso corpo.

Outras atitudes importantes para acelerar o metabolismo são: evitar açúcar em excesso, mas ingerir carboidratos doces com moderação para manter o equilíbrio da insulina e rotacionar os alimentos, para variar o cardápio e os nutrientes ingeridos, além de manter o intestino regulado para ajudar na absorção dos nutrientes.

Um outro problema que podemos enfrentar quando estamos fazendo algumas mudanças na rotina para emagrecer é a vontade de comer. A nossa mente se concentra nos alimentos que “não podemos comer” e com isso sentimos cada vez mais vontade.

Para isso, a solução é ir aos poucos, não adianta restringir tudo de uma vez. Diminua a quantidade do alimento que você gosta pouco a pouco até eliminar completamente caso ele não tenha nenhum nutriente que seja útil para o seu corpo.

Na maioria das vezes, todos os alimentos, até mesmo os mais calóricos, têm alguma coisa que tenha utilidade em nosso organismo. Para se ter uma ideia, até a gordura é importante para algumas funções fisiológicas. O que é prejudicial é o excesso de um nutriente. Portanto, é possível sim ir diminuindo a quantidade de um alimento, aos poucos, até chegar em uma quantidade que não seja prejudicial ao seu corpo. Assim a sua mente vai lhe ajudar a emagrecer, pois ela não sentirá a privação do alimento que tanto gosta.

Este é o último artigo que eu havia planejado para esta série, mas juntos, nós podemos continuar esta sequência de artigos com as dúvidas que podem ter surgido durante a sua leitura destes textos. Portanto, se você tem alguma dúvida ou se você gostaria de compartilhar alguma técnica que foi boa para você, basta me escrever ou deixar seu comentário.


Se você quiser aprofundar mais sobre como melhorar a função da insulina em seu corpo, colocando-a para trabalhar de uma forma que faça o seu corpo aumentar a queima de gordura naturalmente e o aproveitamento de nutrientes, favorecendo o emagrecimento, eu lhe convido a conhecer melhor o Livro Emagrecer de Vez, clicando neste link.

Crédito da imagem: http://commons.wikimedia.org/wiki/File%3AGlucose_metabolism.svg