Neuropediatra - Conheça Melhor este Médico Especialista

A Neuropediatria é uma subespecialidade da Neurologia que avalia o sistema nervoso das crianças. Este médico acompanha o desenvolvimento neurológico da criança, por meio de exames clínicos e análise das funções motoras, cognitivas e de linguagem.

Para se tornar um neuropediatra, o médico precisa fazer residência médica em pediatria ou neurologia, e também se especializar em neurologia infantil. Este processo leva em média seis anos. No entanto, após este período, o profissional está apto para avaliar todas as fases do desenvolvimento neurológico, desde o nascimento até a adolescência.

Quais as principais doenças que o neuropediatra trata?


neuropediatra

Dificuldade escolar


A dificuldade de aprendizado é extremamente comum nos dias de hoje. Dentre as causas neurológicas para isso, estão dislexia, transtorno do déficit de atenção, autismo, superdotação, entre outras. Essas causas podem também estar associadas entre si, dificultando o diagnóstico e o seu tratamento.

Dificuldade para caminhar


Quando o caminhar está diferente, manco ou até mesmo lento, chamamos de anormalidade na marcha. São muitos os casos em que a marcha de uma criança é comprometida por um problema que ela não pode evitar.

O neuropediatra, por meio de um exame clínico e exames específicos, pode determinar a origem do problema.

Hiperatividade e déficit de atenção (TDAH)


O TDAH é um transtorno que envolve o funcionamento cognitivo, comportamental, emocional, familiar e escolar da criança. Por isto, para diagnosticá-lo adequadamente, o neuropediatra deve ter uma visão bem ampla destes aspectos e como são afetados pelo problema.

Tiques


Os tiques são movimentos ou sons breves, repetidos, realizados sem propósito claro. Podem variar, de criança para criança, em gravidade ou ao longo do tempo, sendo mais intensos em situações de ansiedade.

O diagnóstico dos tiques é clínico, baseado na história que os pais, professores e a própria criança trazem para o consultório, assim como na observação da criança pelo neuropediatra.

Epilepsia


Epilepsia é uma doença caracterizada por crises epilépticas recorrentes. As crises epilépticas ocorrem por atividade elétrica anormal e excessiva de neurônios em uma determinada região do cérebro, com manifestações neurológicas, de acordo com o local do cérebro em que esta descarga elétrica ocorreu.

Estas crises podem se manifestar com vários sinais, principalmente nas crianças, pois o cérebro ainda está em formação. Caso seu filho apresente algum comportamento que sugira crise epiléptica, leve-o ao neuropediatra, para esclarecer do que se trata.

Problemas para falar gagueira


O desenvolvimento da fala passa por três estágios: a lalação, que se caracteriza pela emissão de sons; o balbucio, formado pela emissão das primeiras sílabas; e a evolução do vocabulário, a partir do primeiro ano.

Se o filho está com dificuldade para desenvolver a fala, é importante procurar ajuda de um neuropediatra. A causa pode ser algum problema neurológico, ou apenas a necessidade de aprender os movimentos básicos da fala. Neste caso, o especialista pode indicar o tratamento com fonoaudiólogos.

Já a gagueira é um distúrbio da fala que, em 70% dos casos desaparece sozinha. No entanto, se a gagueira aparecer após o período de desenvolvimento da fala, pode ser alguma condição neurológica que precisa atenção.

Outros problemas tratados pelo neuropediatra


Entre as diversas condições tratadas por este especialista, estão: Meningite; Atraso para caminhar; Distúrbios do sono; como insônia; terror noturno; bruxismo; Paralisia cerebral; Doenças degenerativas do sistema nervoso; Autismo; Alteração no tamanho e forma da cabeça e também várias Síndromes genéticas.


É interessante que os pais mantenham um acompanhamento frequente dos seus filhos com o neuropediatra. O check-up neurológico também é muito importante durante a infância, pois esta é uma fase em que diversas regiões do cérebro estão em desenvolvimento. Diagnosticar problemas logo no início pode facilitar o tratamento.